A britânica Jodie Delray, de 35 anos, foi condenada a cinco anos e meio de prisão por pedofilia após fazer abusar de um garoto de 12 anos.




Jodie assediava o garoto e marcava encontros "clandestinos", de acordo com a corte britânica. O júri afirmou que um dos agravantes para o caso foi o fato de que a vida sexual do garoto começou nos abusos de Jodie. "Esses encontros clandestinos continuaram por um tempo", disse no julgamento, acrescentando que adolescentes não estão preparados para esse tipo de relação.

A defesa de Jodie alegou que a mulher é "vulnerável", pois tem uma série de problemas de saúde que poderiam se agravar em cárcere privado. Entre eles "fadiga crônica".

A mulher negou todas as acusações e começou a chorar "descontroladamente" ao ser sentenciada, mas não adiantou. Além da pena, ela ainda teve o nome foi incluído na lista de pedófilos.

IN:GLOBO