Todos os dias o homem apanhava porrada da mulher.
Certo dia, um barman a quem ele se queixava sugere-lhe que, da próxima vez que levasse da mulher, pelo menos começasse a gritar "Toma, toma, toma" para que os vizinhos pensassem que era ele a bater nela.
Dito e feito, o homem embebeda-se para ganhar coragem, chega a casa, a mulher começa a bater-lhe e ele começa a gritar:
- Toma! Toma! Sua vaca! É para aprenderes! A partir de agora quem manda aqui sou eu!
Quanto mais lhe bate mais ele grita e a mulher, de tão irritada que fica, agarra nele e atira-o pela janela do vigésimo andar.
Conforme cai e passa de andar em andar, o homem continua a gritar:
- E vou-me embora! E nunca mais me procures!